sábado, 23 de maio de 2015

Organizando a viagem - Documentos necessários

Check-list para quem vai embarcar para a Itália

documentos viagem

1) Passaporte válido pelo menos 90 dias da data de retorno da viagem;

2) Passagem de ida e volta aberta no máximo 3 meses que é o período máximo permitido de estadia de cidadãos brasileiros no território europeu sem necessidade de visto;
    
3) Seguro de viagem "Território Schengen" - O Tratado de Schengen é um acordo assinado entre países da Comunidade Européia (Bélgica, Dinamarca, Alemanha, Finlândia, França, Grécia, Islândia, Itália, Luxemburgo, Holanda, Noruega, Áustria, Portugal, Espanha e Suécia) que estabelece a obrigatoriedade de que os turistas visitando esses países comprovem possuir um Seguro Viagens com valor mínimo de € 30.000  para garantir assistência médica por doença ou acidente e repatriamento;

ONDE CONTRATAR? 

- Algumas operadoras de cartão de crédito oferecem grátis se você compra a passagem no cartão, mas não esqueça de imprimir o certificado;
- Nas melhores seguradoras. Sempre contratamos com o corretor de seguros, com quem já temos um relacionamento, assim, em caso de sinistro, fica mais fácil a comunicação;

Obs: Já vi alguns sites falando sobre o acordo Itália/ Brasil para contribuintes do INSS, para assistência médica, mas esse acordo NÃO substitui o seguro "Schengen" que é OBRIGATÓRIO.

4) Comprovante de hospedagem -  reservas de hotéis, ou atestado de acolhimento emitido pela "Questura" ou prefeitura da cidade onde vai ficar hospedado em casa de amigos, ou familiares;

5) É possível que tenha que comprovar como vai se manter durante a estadia na Europa, portanto, prepare valores em cash (veja tabela), e extratos de cartão de crédito com limite disponível.  Em espécie o máximo permitido seja na entrada que na saída é €. 10,000 ou equivalente.
Tabela valores de estadia na Europa
Fonte:www.poliziadistato.it


VIAJANDO COM CRIANÇAS:  Visite ESSE LINK da Corregedoria Geral da Justiça com todas as informações necessárias. Como dos passaportes brasileiros não consta a filiação é importante levar também a carteira de identidade das crianças, mesmo que não estejam previstos trechos nacionais na sua viagem, pois pode acontecer uma mudança de rota.

Atualização:  Já é possível fazer a autorização de viagem diretamente no passaporte quando da sua emissão. Por exemplo, é possível já deixar autorizado que a criança viaje somente com um dos genitores, ou até mesmo desacompanhada, nesse último caso desde que já tenha completado 13 anos.

Eu organizo tudo numa pastinha assim fica fácil na hora de apresentar na fronteira. 

Na mesma pastinha além dos documentos acima também vão: Todas as dicas da viagem, os telefones úteis (ex: cartões de crédito, embaixadas e consulados), cópias de todos os documentos e cartões de crédito.

Digitalizo tudo e mando uma cópia também para o meu e-mail, assim se acontecer de perdê-los tenho como recuperar os dados.

AGORA É SÓ ARRUMAR AS MALAS E ..... BOA VIAGEM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui !